Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2010

Saudades na despedida do António!

O tiro no pé de Isabel Alçada

Acabar com os chumbos no ensino público, como pretende a ministra da Educação, é um dos maiores tiros no pé que já vi dar no sistema de educação. Espero que tal medida não seja colocada em prática porque isso é aniquilar o sistema de competência e qualidade do futuro do país.

Evocar Zeca!

Até 2 de Agosto comemora-se os 80 anos do nosso amado Zeca. Um trabalho notável de uma associação que merece aplausos. Para ler aqui.

Um exemplo de força de vida

«Esqueçam a minha doença. Parem para pensar». As últimas palavras de quem foi um exemplo de luta e coragem para todos nós, portugueses, e que neste momento tanto precisamos.

Bombeiros sem meios (na posse das elites)

O responsável pela Protecção Civil na Associação Nacional de Municípios diz que Portugal tem uma estratégia errada para o combate aos incêndios. Jaime Soares, conhecido dirigente do PSD e autarca de Vila Nova de Poiares, diz que se criou uma super-estrutura na Autoridade Nacional da Protecção Civil que tem todos os meios e os bombeiros que estão no terreno não têm nada. Os meios, esses, «estão todos na elite da Protecção Civil», acusa. A ser verdade, Rui Pereira tem muito que explicar.

Portugal corrupto

Portugal está entre os Estados membros OCDE que aplicam «pouco ou nada» as recomendações da entidade sobre corrupção internacional, aponta um relatório da Transparência Internacional (TI). Porque será?

Faltou o ouro para Naide

Naide Gomes ganhou a medalha de prata nos Europeus de Atletismo.

Elogio ao jornalismo

É raro ver, nos dias que correm, os políticos a elogiarem os jornalistas. Não podem viver sem eles mas também não podem com eles. Foi o que fez o líder parlamentar do PS: um verdadeiro apelo à defesa da qualificação do espaço público na vida política e ao diálogo parlamentar. Francisco Assis fez um forte elogio ao trabalho da comunicação social na Assembleia da República, recusou a dicotomia entre maioria absoluta ou o caos e o simplismo.De vez em quando é preciso lançar o charme aos profissionais de comunicação.

Ricos cada vez mais ricos

A lista anual dos 25 mais ricos de Portugal será recordada como o ano em que os «ricos ficaram menos ricos». Pelo terceiro ano consecutivo, as grandes fortunas caíram, desta vez 6%, segundo o ranking levado a cabo pela revista «Exame». Américo Amorim mantém a liderança no ranking, posto que roubou há dois anos a Belmiro de Azevedo. Mas os menos ricos no caso podiam ajudar os mais pobres. Era o mínimo.

Lentidão atrás de lentidão

Primeiro foi 9 de Julho. Depois, esperava-se que fosse a 5 de Agosto. E agora, mais uma vez, a leitura da sentença do processo Casa Pia volta a ser adiada para 3 de Setembro. Desta vez são os juízes, liderados por Ana Peres, que argumentam o pedido de adiamento por não terem tempo para escrever o acórdão. Mais uma prova da lentidão da Justiça.

Uma Justiça que tarda e falha

São já em demasia os processos judiciais que se arrastam nos tribunais. Cavaco está preocupado. Um alerta que nos preocupa a todos e, a propósito da lentidão das investigações, do ritmo e das decisões da justiça, o PR frisa que os mesmos têm de ser respeitados.Interrogado sobre o problema da lentidão da justiça, a propósito do processo Freeport, o chefe de Estado disse acompanhar «a generalidade dos portugueses nessa matéria». Era bom que a Justiça desse conta disso. Mas aqueles que podiam fazer mais e melhor são exactamente os mesmos que não querem que ela avance. Estamos, por isso, todos reféns dos interesses que lavram no sistema.

Passos dá tiro nos dois pés

Mário Soares já disse que gosta da atitude de Passos Coelho, principalmente por ser «educado», mas isso não quer dizer que concorde com ele. O ex-Presidente da República veio a terreiro criticar o projecto de revisão constitucional preconizado pelo presidente do PSD. Na sua opinião, Passos deu vários tiros nos dois pés», embora considerando que «o texto da Constituição não é sagrado» e que «pode ser mexido e melhorado».

A frase

«A verdade acaba sempre por vir ao de cima». José Sócrates sobre o processo Freeport.

Preservar é a nossa obrigação

Enquanto raça autóctone representa um importante valor do património rural do País. O porco bísaro resiste há séculos, sobretudo acima da linha do rio Tejo. Uma espécie que temos de preservar. Para ler aqui.

Afeganistão: uma guerra sem fim à vista

Os Estados Unidos condenaram de forma veemente a publicação na Internet de documentos militares confidenciais sobre a guerra no Afeganistão, que sugerem relações entre os serviços secretos paquistaneses e os talibã. Ao todo são mais de 90 mil registos de incidentes e relatórios sobre a guerra no Afeganistão, escritos por soldados e elementos dos serviços secretos e «utilizados pelo Pentágono e tropas americanas no terreno» foram divulgados no domingo na página electrónica Wikileaks (de fontes e análise política), mas o responsável pela sua publicação não está identificado. Uma guerra sem fim à vista.

Construção em crise

É mais um sinal de um sector em crise e que até costuma passar ao lado dela. A quebra na adjudicação de obras públicas registada no primeiro semestre do ano, sobretudo no Algarve, acentuou a crise nas construtoras nacionais, alerta a Associação de Empresas de Construção e Obras Públicas.

Parlamento produtivo

O Parlamento está de férias, depois de uma sessão legislativa intensa. Nos últimos 10 meses, deram entrada na Assembleia da República 785 iniciativas legislativas. A única sessão que rivaliza em termos de produtividade é a primeira do Governo de Durão Barroso, quando o Parlamento recebeu 739 iniciativas. Assim, nos últimos 19 anos esta foi a sessão legislativa mais produtiva. A crise terá ajudado?

Os ricos safam-se sempre!

Baía de saída do FCP

Vítor Baía pediu a demissão do cargo de director desportivo do Futebol Clube do Porto. O antigo internacional português alega um novo projecto pessoal para sair do clube azul e branco. Certamente que Pinto da Costa já procura sucessor com perfil à altura. E precisa.

O lume está de volta!

Com as elevadas temperaturas que se fazem sentir no País, o drama dos incêndios está de volta. Abdicamos deste tipo de imagens. Mas somos, ano após ano, castigados com as tragédias sucessivas que roubam floresta e, muitas vezes, tudo o que muitos têm.

Uma revolução cubana com a marca de Fidel

Cuba celebrou hoje 57 anos sobre a primeira acção revolucionária de Fidel Castro para tentar chegar ao poder. O histórico dirigente tomou de assalto as casernas da cidade de Santiago, acabou detido, e só saiu em liberdade por amnistia. A derrota acabaria por ser o maior estímulo para derrubar o antigo regime e assumir o poder que manteve ao longo de meio século.

Acabou o pesadelo 'Freeport' para Sócrates

Acabou o pesadelo «Freeport» para José Sócrates. O Departamento Central de Investigação e Acção Penal  deu por concluído o processo relacionado com o licenciamento do 'outlet' de Alcochete. A SIC está a avançar que dos sete arguidos do processo, dois foram acusados. Entre eles estão os empresários Charles Smith e Manuel Pedro, o arquitecto Capinha Lopes, o antigo presidente do Instituto de Conservação da Natureza Carlos Guerra e o então vice-presidente deste organismo José Manuel Marques e o ex-autarca de Alcochete José Dias Inocêncio. Depois de tudo o que ouvimos e lemos sobre as tentativas de corrupção, é esperar para ver, a partir de amanhã, o processo. O prazo do segredo de justiça termina precisamente daqui a umas horas.

Valentim: o major que pensa que tudo pode

A lei assim o exige.  Mas o major mais influente do país tenciona contornar a lei. Valentim Loureiro não pode recandidatar-se à presidência da câmara de Gondomar, mas pondera avançar para outra autarquia, ou então ficar pela mesma, mas contornando a lei. «Que raio de lei é esta? Não posso recandidatar-me, mas os meus vereadores podem. Se quisesse continuar na política, podia candidatar-me a outra Câmara ou ir aqui em Gondomar como número dois de um número um qualquer que arranjasse. Se calhar, nem mudava de gabinete. Não estou a ver, mas há câmaras que vão vagar - Valongo, Vila do Conde, onde tenho empresas, Póvoa de Varzim, Viseu, de onde sou natural», disse, em entrevista ao «Jornal de Notícias». Valentim Loureiro, conhecido pela arrogância que o caracteriza, ainda deixou farpas a ex-líderes do PSD, como Marques Mendes que o expulsou do partido: «Ele é um frustrado, não tem dimensão. O que fez antes de ir p…

Os telhados de vidro da Igreja

Os alertas de pobreza que existem no País são, de repente, lembrados pela Igreja Católica. É um bom alerta. Mas chega tarde. Há muito tempo que a fome em Portugal é uma realidade bem dura. A crise financeira apenas veio colocar mais à vista situações que já existiam. O Estado tem necessariamente de fazer o que pode. A redução dos ordenados dos políticos é apenas um sinal, mas não chega. Quando a Igreja pede para que os políticos dêem esse sinal, não pode esquecer que também o clero o tem de dar. E já agora, exemplos como o do padre Vítor Melícias, não podem abdicar de reformar milionárias? Quem não quer ser lobo não lhe veste a pele. E a Igreja tem muito pouca legitimidade para falar de ordenados milionários.

Salazar: o legado de quem não é «pai» do défice

Daqui a dois dias comemora-se o 40.º aniversário da morte de Salazar. O ditador que governou o País numa ditadura durante 40 anos quase que não será recordado no dia 27 de Julho. Mas o fantasma de um político que marcou decisivamente o século XX ainda paira, e muito, no ar e nas cabeças de muitos portugueses. Sobretudo por estes anos que correm sacrificados por uma crise sem precedentes na história económica e financeira dos últimos anos na Europa. Portugal está hoje mais avançado. Vivemos melhor. Passamos de um país rural a um rectângulo mais viável economicamente. Ainda assim, Portugal nesses 40 anos em que se viveu numa asfixia ditatorial tinha à frente do Governo um homem que deixou o legado de umas contas públicas sãs e de boa saúde. A História não pode ser apagada. As barbaridades que se cometeram durante o Estado Novo têm de ficar enterradas porque simbolizaram um terrorismo interno que ninguém quer voltar a ter. Ainda assim, o homem que tombou de uma cadeira, simbolicamente, t…

Cavaco à frente nas sondagens

Se as eleições presidenciais se realizassem hoje, Cavaco Silva venceria na primeira volta com 59,4 por cento. Este é o resultado de uma projecção da Intercampus para a TVI. Em segundo lugar, a uma larga distância surge Manuel Alegre, segue-se depois Fernando Nobre e, por fim, Defensor Moura. Cavaco caminha a passo largo para um segundo mandato. Mas, as sondagens valem o que valem e falta ainda a vontade dos eleitores ser expressada.

A Língua que é nossa em Olivença

Porque em Olivença há um dialecto que é nosso. A terra pode ser de Espanha. O Estado português pode continuar a virar costas à cultura nacional e histórica que resiste em Olivença à séculos. Uma história para não fazer esquecer aqueles que nunca se lembram dela: a Olivença que é nossa! Para ler aqui.

Porque vale a pena apostar no País que somos

Este é um País que não pode morrer. Vivemos num estado de letargia onde é sempre melhor ir pelo caminho mais fácil. Há tanto para preservar. Um projecto implementado em Seia que vale a pena o esforço. Dizemos nós. Para ler aqui.

Jardim sozinho e como quer no Chão da Lagoa

Hoje o Chão da Lagoa, na Madeira, volta a receber a festa maior de Verão do PSD/M. Pedro Passos Coelho não estará presente. Alberto João Jardim não convidou o líder nacional à semelhança do que aconteceu com Manuela Ferreira Leite há um ano. A festa populista do líder madeirense acontece no mesmo ano em que a ilha foi atingida pela intempérie que destruiu milhares de lares e na altura em que a revisão constitucional proposta por Passos não agrada a Jardim. Mais uma vez Jardim, isolado, consolida o eleitorado insular. Jardim está como sempre gosta: sozinho, solitário mas ciente que na Madeira quem manda é o Chefe. A sucessão de Jardim está à porta e o líder madeirense sabe se não for ele a segurar o eleitorado para o futuro líder do PSD/M mais ninguém o conseguirá.

Carlos Cruz é também...o ser humano

Foi um homem sofrido que se mostrou ontem aos portugueses. Carlos Cruz, entrevistado por Daniel Oliveira, no programa «Alta Definição», na SIC, falou dos últimos sete anos da sua vida, do pesadelo em que ela se transformou com o processo «Casa Pia», do tempo em que esteve na cadeia, das rotinas, da destruição material e psicológica que se abateu sobre ele. Culpado ou inocente, tentei despir-se da pele de mulher que olha para o «sr. Televisão» como suspeito de ter cometido abusos sexuais sobre crianças. Caiu-me uma lágrima no rosto. Se for considerado inocente, é duro imaginar como se reconstrói uma vida de décadas, aos 60. A Justiça portuguesa terá a missão de fazer o seu trabalho. Culpado ou inocente, pela primeira vez, olhei para Carlos Cruz apenas como o ser humano e coloquei-me na pele do eventual inocente. Foi um bom exercício num País onde o ónus da prova está invertido para a sociedade: arguido não é inocente, é visto como culpado. E em vez disso é culpabilizado e mortificado m…

O amor de El Pibe a Fidel

Um mês antes de visitar Cuba, Maradona enviou uma mensagem ao antigo líder cubano, Fidel Castro, através do site oficial de informações Cubadebate. «Digam a Fidel que eu o amo», lê-se. Na América Latina as relações são assim, de amor ou de ódio eterno.

A frase

«Seria irresponsável o Governo demitir-se por causa das SCUT». Passos Coelho. DN.

A comparação de Portas

«Sócrates está para a justiça social como a vuvuzela está para a música clássica». Paulo Portas.

Segredo ou nem tanto?

Podia ser a imagem da «cooperação estratégica» em alta. Mas assim não é. É apenas uma conversa formal entre Cavaco e Sócrates na VIII Cimeira de Chefes de Estado e de Governo da CPLP. O Presidente vai pensar no Verão se se recandidata. Já o Primeiro-Ministro sabe que precisa de Cavaco para acalmar os ânimos de Passos Coelho. No Outono o Orçamento precisa ser aprovado.

A outra Gaza

Milhares de jovens palestinianos de Gaza tentam bater o recorde do mundo, no aeroporto de Rafah, de pessoas a jogar basquete ao mesmo tempo.

«A Europa deixou de ser o centro do Universo»

Numa entrevista ao Expresso, o ministro dos Negócios Estrangeiros fala das possibilidades de Portugal, da diplomacia económica, de África e da América Latina, da Europa e também da NATO. E diz que se quisesse, já tinha saído do Governo. Luís Amado lança ainda o alerta: «a Europa deixou de ser o centro do Universo».

Um Cavaco descontente

Menos 700 escolas em Setembro

Confesso que não sei se a medida irá surtir efeito. Eu sou daquelas cujo 1.º Ciclo  foi tirado numa escola do Interior. Onde da primeira à quarta classe a professora era a mesma. Todos os alunos estavam misturados. Não sei se foi melhor ou pior o Ensino. Mas tendo em conta os resultados escolares, não me parece que a interioridade tivesse sido prejudicial. A partir do próximo ano lectivo já não vão abrir 701 escolas do primeiro ciclo, mais 200 do que a estimativa inicial do Governo, sendo que mais de metade localizam-se na zona Norte. Veremos como isto vai correr.

Alerta

Ficamos hoje a saber que a taxa de desemprego vai atingir este ano os 11 por cento e em 2012 pode chegar aos 12 por cento. Revolta olhar para a opinião pública portuguesa e ver que o mais importante é a discussão sobre a revisão constitucional.

A boa notícia

A primeira edição do prémio internacional de Astronomia Viktor Ambartsumian foi para o astrónomo português Nuno Santos e mais dois colegas estrangeiros pela investigação feita em planetas fora do sistema solar. O galardão criado pelo Presidente da Arménia tem um valor de 500 mil dólares, cerca de 387 mil euros.

Passos Coelho e a factura política

Pedro Passos Coelho admitiu aquilo que não é de agora: que a proposta social-democrata de revisão constitucional pode ter um preço político para o partido, mas afirmou não estar preocupado com sondagens nem haver razão para recuos. O problema do líder «laranja» é que o preço político das posições que tem assumido desde que subiu à cadeira da S. Caetano à Lapa vai ser bem grande. Só mesmo o cansaço chamado José Sócrates pode alterar o cenário.

Roberto Carneiro e a revisão constitucional

O antigo ministro da Educação Roberto Carneiro considera oportuno o anteprojecto de revisão constitucional do PSD, por «privilegiar um Estado regulador e solidário» em vez de «um Estado prestador e tendencialmente monopolista no serviço educativo». Dizer isto assim, de chapa, é fácil. Fazer é que é mais complicado.

A decisão está tomada! Há muito...

Só em Outubro, Cavaco decide se irá recandidatar-se à Presidência da República pela segunda vez consecutiva. A TVI dá a notícia da caixa exclusiva dada pelo Presidente. Todos conhecemos Cavaco. Não há aqui nada de novo. Um homem igual a si próprio. Alimentador de tabus? Sim, mas que nunca deixará escapar em tempo erróneo a decisão que já tomou.

Cavaco à espera do recuo de Passos

Mais seis mil para o desemprego

A taxa aumenta a cada dia que passa. A partir do fim do mês são mais seis mil a ficar sem emprego. O Sindicato dos Trabalhadores da Função Pública do Sul e Açores entregou no Ministério da Saúde uma carta aberta à ministra Ana Jorge onde denuncia que, no dia 31 de Julho, «há seis mil trabalhadores que vão ser despedidos e provocar a ruptura» de muitas unidades do Serviço Nacional de Saúde. De acordo com os representantes dos trabalhadores, os contratos destes profissionais terminam a 31 de Julho e já sofreram todas as adendas possíveis, pelo que não poderão ser prolongados. Mais milhares de pessoas para as fileiras do desassossego.

Parlamento vai de férias após ano «difícil»

Os deputados vão de férias e esta tarde, no Parlamento, todas as bancadas fizeram o balanço do ano parlamentar. Jaime gama interveio para dizer que foi uma sessão difícil.Ora aí está uma verdade. Para o País, essencialmente. E, pior que isso, é que no regresso as coisas não estarão melhores.

Uma história imensa na Rua Augusta

Na Rua Augusta, em pleno coração de Lisboa, há uma loja onde Garrett, Ramalho Ortigão e muitos outros se vestiram. Uma história aqui mesmo aos nossos pés. Para ler aqui.

A independência do Kosovo

Quase 70 países já reconheceram a independência do Kosovo. Desde 2008 que o processo de reconhecimento legal está em curso. Mas não é isso que torna menos importante o parecer que hoje o Tribunal Internacional de Justiça vai emitir sobre a sua legalidade. Para ambos os lados, a «vitória» é certa. Para os analistas, a ambiguidade é esperada. Esperamos que tal legalidade seja reconhecida. Já chega de atropelos internacionais perante um povo que tem sofrido na pele o triste desígnio da segregação.

Um PS demagógico e com memória curta

Era de esperar a reacção dura do PS à proposta de revisão constitucional do PSD. Após 5 anos de políticas de direita o PS de José Sócrates vem agora vitimizar-se e auto-intitular-se dono da esquerda portuguesa. Olhem para a destruição do Estado social que têm  feito nos últimos anos e depois então critiquem as propostas que Pedro Passos Coelho agora apresenta. Discordo delas porque são desfasadas do actual estado económico do país. Ainda assim, pelo menos os sociais-democratas não se consideram donos nem da CRP nem dos valores sociais existentes.

Uma França (de novo) em estado de choque

Depois da miserável prestação da selecção francesa no Mundial de futebol, os gauleses estão novamente nas bocas do mundo. E pelas piores razões. O jogadores de futebol Frank Ribery, do Bayer de Munique, e  Karim Benzema, do Real Madrid, foram ouvidos num tribunal francês, que decretou esta manhã a sua prisão preventiva. Ambos são suspeitos de prostituição com menores, num caso que remonta ao ano passado, e dentro de 48 horas serão presentes a um juiz, que irá confirmar a prisão ou libertá-los. Pela lei francesa, o sexo pago com menores é passível de pena de prisão de três anos e multa no valor de 45 mil euros. Ambos os jogadores alegam inocência. O advogado de Ribery assegura que o seu cliente não sabia que a prostituta em causa, agora com 18 anos, era menor de idade. Lamentável.