Avançar para o conteúdo principal

Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2009

A morte (mais que certa) no tribunal da praça pública

Mais um fim-de-semana em que o Primeiro-Ministro é bombardeado pelo caso Freeport. Duas testemunhas contactadas pelo Expresso mantêm o que Manuel Pedro disse, várias vezes, que tinha dado dinheiro a Sócrates — 500 mil contos (2,5 milhões de euros) . Pedro nada diz, Smith cala-se e o ex-presidente do Freeport, procurado pelas autoridades, está em França, vive uma autêntica vida de luxo e mente aos jornalistas sobre a sua identidade. O caso promete tomar proporções graves.
Sócrates não aguentará muito tempo a pressão da investigação da comunicação social que, sabemos, é mais rápida (e confusa) que a da Justiça. Mas corremos também o risco de se assassinar um político. E se não existir crime de «luva branca» veremos a morte de Sócrates, in loco, na praça pública. Talvez a esta hora Sócrates já se tenha socorrido de Ferro, o homem que também, injustamente, foi morto pela comunicação social. A dimensão e consequência política do caso também poderão ser nefastas, já que em causa está o Prime…

Manuela aproveita sombra do «Freeport»

Manuela Ferreira Leite não desarma. A líder do PSD voltou hoje a insistir no plano anti-crise do governo de José Sócrates. Diz a presidente dos sociais-democratas que a abertura de linhas de crédito às empresas que estão endividadas só vai fazer com que elas caminhem ainda mais para o abismo da falência. Ferreira Leite propõe assim a redução da Taxa Social Única em dois por cento suportada pela entidade patronal. Mais uma proposta, mais uma medida que a maior líder da Oposição faz. Em tempo de desgate «socrático» Manuela sabe que tem aqui a sua oportunidade para falar dos problemas do País. Enquanto isso, Sócrates está preocupado com o Freeport e com toda a mancha que isso acarreta para a sua cabeça.

Há bandeiras que são de e para toda a Vida

O Presidente da República voltou a mostrar o seu desagrado em relação à nova Lei do Divórcio, promulgada a 21 de Outubro de 2008.
Em Fátima, na abertura do Congresso da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade Social, Cavaco disse que «não é um sinal de modernidade a dissolução progressiva dos laços familiares». Há bandeiras que não se apagam, que não se riscam e não se esquecem. A tradição católica de Cavaco e o constante princípio que tem mantido desde na Lei do Divórcio mostram que tal não uma obsessão mas sim uma linha mestra do que pensa há décadas.

O sonho do ditadorzinho

Hugo Chávez defende um modelo de integração para os povos da América Latina e Caraíbas como forma de criar um «novo espaço comercial, justo de integração». O presidente da Venezuela referiu-se à Alternativa Bolivariana para as Américas (ALBA), que se contrapõe à Área de Livre Comércio das Américas (ALCA) e de que fazem parte os países como a Bolívia, Nicarágua, Cuba, Honduras, Equador, Uruguais e Haiti — estes três últimos como estatuto de observadores.
Tem razão o ditadorzinho sul americano quando diz que «um mundo novo está a nascer na América Latina». Só que para que tais horizontes se concretizem é preciso ser-se mais democrata e menos autoritário. É que o tabuleiro diplomático mundial tem outros actores. E esses são duros de roer.

O problema de Sócrates

«O alvoroço que por aí vai (caso Freeport) não é inócuo. As coisas passaram o limite que pode ser esquecido e arrumado (...) o problema neste momento de Sócrates é o da eficácia como Primeiro-Ministro».
Vasco Pulido Valente. Público.

Declaração de defesa da honra

José Sócrates fez hoje uma declaração ao País para se defender daquilo a que designa de «calúnia», «difamação» e «falsidade», na sequência das notícias vindas hoje a público que implicam o chefe de Governo em supostos actos de corrupção no caso «Freeport».
O Primeiro-Ministro diz que «não é desta forma que o vencem». Fez bem Sócrates em vir falar, de novo, aos portugueses. Um cidadão, seja ele qual for, tem direito a defender-se a partir do momento em que é um ALEGADO suspeito. As críticas ao Primeiro-Ministro, pelo seu desempenho enquanto tal, serão sempre feitas de forma peremptória, acusatórias até. Mas o cidadão, esse, não pode deixar de se defender até ao fim. Quanto à tese da cabala política e judicial, Sócrates será investigado até onde a Justiça o entender. Disso nem ele nem nenhum de nós se livra, se esse for o caso. As consequências políticas, senhores, terão lugar quando houver dados objectivos que ponham em causa a figura Sócrates.

Poder político tem acesso a processos mesmo em segredo de justiça

O novo sistema informático Citius permite o acesso em tempo real do poder político a todos os processos judiciais, mesmo os que estão sob segredo de justiça, permitindo mesmo introduzir alterações nos despachos de um juiz ou nas acusações de um advogado. Esta situação está a ser considerada pelos juízes como um perigo e uma ameaça à independência do poder judicial. Estando este sistema centralizado na Direcção-geral da Administração da Justiça, directamente dependente do Ministério da Justiça e cuja directora-geral é nomeada politicamente, não sendo esta uma magistrada, qualquer funcionário do Ministério tem a possibilidade real de ter acesso a todo e qualquer processo judicial inserido electronicamente no sistema, o que consideram perigoso. Lamentável.

PSD tem «confiança institucional» em Sócrates

José Sócrates merece a «confiança institucional» do PSD. Quem o diz é Paulo Rangel, líder parlamentar dos sociais-democratas, no dia em que a imprensa avança com a notícia de que as autoridades britânicas consideram o Primeiro-Ministro português suspeito no caso «Freeport».O principal partido da oposição acredita que Sócrates não deve pedir a demissão porque «não existe nenhuma diminuição do Primeiro-Ministro» e, além disso as questões políticas devem ficar na política, separadas das investigações e de «rumores». Decisão acertada para os lados da S. Caetano.

P.S. — Sócrates não deve, por enquanto, demitir-se. Não está em causa o seu desempenho como Primeiro-Ministro.

Quer o quê?

«Quero vencer o PS à esquerda».
Francisco Louçã, à «Visão».

«Follow the money» é a estratégia

Pela primeira vez o nome do Primeiro-Ministro é referido pelas autoridades inglesas como suspeito. «Follow the money» é a estratégia. A vistoria às contas bancárias de Sócrates são o passo seguinte. A Procuradoria irá reagir, hoje, em comunicado. A novela segue dentro de momentos.

Sócrates suspeito!

José Sócrates é suspeito no caso Freeport. A notícia será divulgada amanhã na revista «Visão» e quem o diz é precisamente a polícia inglesa. O Primeiro-Ministro é, de acordo com as autoridades inglesas, suspeito de práticas de «favorecimento» no âmbito do licenciamento do outlet de Alcochete. Onde enfiará a cabeça José Sócrates?

Choque de opiniões

António Borges

O PSD está hoje sob fogo. Tudo, porque o vice-presidente do partido, António Borges, discorda da líder em relação ao aumento dos funcionários públicos. Diz o economista que tal medida traz consigo consequências macro-económicas nefastas. Já Manuela acha precisamente o contrário. É certo e sabido que um partido tem de ser convergente na estratégia que passa para o País mas, ainda assim, não é um drama que economistas do calibre destes dois não pensem da mesma maneira.

Haja paciência para o disparate!

O ministro da Justiça, Alberto Costa, garantiu hoje que a venda de canivetes em alguns refeitórios de estabelecimentos prisionais está a ser tratada com «conhecimento e inteligência» pela Direcção-Geral dos Serviços Prisionais. Pois é, inteligência a vender canivetes nas prisões é algo que só mesmo nas cabecinhas dos tugas! Haja paciência para o disparate!

A frase do dia

«Os bancos centrais são um dos principais responsáveis pela crise financeira internacional».
Carlos Tavares, presidente da CMVM.

O número do dia

A Organização Internacional do Trabalho prevê que pelo menos 30 milhões de pessoas fiquem sem emprego ao longo de 2009. Mais: se a crise mundial se agravar o desemprego pode atingir mais de 50 milhões de trabalhadores em todo o mundo. Dramático.

Ousadia

A Indonésia juntou-se a Portugal/Espanha, Inglaterra, Rússia, Japão e Qatar e também formalizou junto da FIFA a intenção de candidatar-se aos Mundiais de 2018 ou 2022. Só pela ousadia, merece o nosso aplauso!

Contagem decrescente para a grande noite

A contagem decrescente para a grande noite já começou. A 81ª edição dos Óscares está marcada para 22 de Fevereiro no Kodak Theatre, em Los Angeles, e será apresentada pelo actor australiano Hugh Jackman.

Freitas ainda quer agradar ao Chefe

Freitas do Amaral quer agradar o antigo Chefe? Se não quer parece. Diz o antigo MNE e ex-líder do CDS que o envolvimento do Primeiro-Ministro no caso «Freeport» está envolto em «raiva». E acrescenta ainda que do ponto de vista do direito administrativo, «não há ilegalidades» no licenciamento do Freeport de Alcochete. O antigo governante considera ainda que o decreto-lei, que tem sido apontado como a grande causa de culpabilidade de Sócrates foi promulgado pelo Presidente Sampaio e referendado pelo então Primeiro-Ministro Durão Barroso. «Isto significa que a teoria de que o decreto-lei foi feito por causa de umas "luvas" não tem qualquer fundamento, a não ser que me venham provar que o Dr. Durão Barroso também recebeu "luvas", bem como o Dr. Sampaio. Parece-me que estamos a cair num grande exagero». Bem, se do ponto de vista do direito administrativo — que Freitas domina como ninguém — não há nada de estranho, já ficamos mais descansados.... Quanto às luvas, só gost…

A ministra da discórdia

Salvadora da Pátria Educativa. Assim se pode resumir a forma como o Primeiro-Ministro elogia a maneira como a ministra da Educação resistiu às dificuldades e incompreensões dos professores, considerando lamentável a atitude da oposição que diz que o Governo está apenas a trabalhar para as estatísticas. Mas e não está caro Eng.º? Só quem for cego é que não vê que os números do Governo são uma fraude. A começar pela economia, passando pelo desemprego, terminando no défice...ora diga lá, não governa mesmo para a estatística?

Cavaco Tecnológico

A Presidência da República está desde hoje presente do YouTube, no canal «Sapo Vídeos» e na comunidade «Flickr», para estar mais acessível e «melhor dialogar na sociedade moderna». «A partir de agora, oferecemos a todos vós a possibilidade de aproveitarem as novas janelas abertas sobre o mundo pelas tecnologias da informação e comunicação para acompanharem, sempre que o desejem, a Presidência da República de Portugal», refere Cavaco Silva, numa mensagem a propósito da iniciativa. Temos, assim, um Presidente Tecnológico em Portugal! Seja bem-vindo à Era a que já todos nos rendemos. Ficam os endereços:
http://youtube.com/presidenciarepublica http://videos.sapo.pt/presidencia http://twitter.com/presidencia http://flickr.com/photos/presidencia/

A imagem do dia

Papa Bento XVI liberta pombo sobre a praça de São Pedro como sinal de paz.

Cinco anos depois não nos esquecemos de ti

Faz hoje cinco anos que Miklos Fehér morreu, em Guimarães, na sequência de uma paragem cárdio-respiratória nos instantes finais do jogo Guimarães-Benfica. Aos 24 anos tinha uma careira promissora à sua frente. Quis o destino ser diferente. O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, e o capitão de equipa, Nuno Gomes, estiveram hoje na missa que assinalou o quinto aniversário da morte de Fehér. Pena que poucos sejam os que, na Luz, já se esqueceram de Miki. «Platonismo Político» faz a homenagem possível.

Visita histórica

É na sexta-feira que se realiza a grande visita, considera já por muitos como histórica. O Presidente de Cuba, Raul Castro, desloca-se à Rússia. Irão ser assinados acordos bilaterais, entre eles, o memorando elaborado pelo banco estatatal russo Vnesheconombank, o Ministério dos Transportes de Cuba e a Corporação Unificada de Construção Naval da Rússia, que define as fontes de financiamento para a construção de navios em estaleiros russos para Cuba. A visita anterior de Raul Castro foi em 1984 e se o Presidente cubano considerou possível realizar em 2009 outra visita, significa que mudaram as condições históricas. Disso não temos nós dúvidas. Sobretudo agora que a Casa Branca tem novo inquilino é preciso reforçar as relações no Bloco de Leste.

A guerra prossegue dentro de momentos

A notícia não podia ser pior. E vai certamente marcar a continuidade de um conflito eterno. O Hamas, através do representante do movimento em Beirute, Usama Hamdanvai, fez saber que vai continuar a armar-se e a desenvolver as suas capacidades militares, acrescentando que nenhuma força o impedirá de atingir estes objectivos. Temos «guerra».

Passos Coelho onde? Importa-se de repetir?

«Passos Coelho deve ser integrado na equipa do PSD».
Rui Manchete. Em entrevista ao DN e à TSF.

A má assessoria da S. Caetano

A líder do PSD, Manuela Ferreira Leite, disse este sábado, em Braga, que o país «está pior, em todos os indicadores» e que o défice orçamental, «coitado, já se esfumou e por muito tempo». A campanha de Manuela já começou há muito. Devagar, devagarinho, a presidente «laranja» lá vai mostrando os dentes. E mesmo que as sondagens não ajudem e ainda faltem 11 pontos percentuais para chegar lá, a presidente do PSD começa a perceber qual o caminho certo. Contudo, a má assessoria no que toca à política do ataque ao PS, tem dado maus frutos na S. Caetano. A história do TGV e das «queixinhas a Espanha» correu mal. Por isso, seria melhor a «dama de ferro» pensar duas vezes antes de seguir os conselhos dos seus assessores. Para seu bem e se quiser chegar a bom porto.

Marcelino em guerra aberta com Pacheco

«O Diário de Notícias, jornal de História centenária, tem sofrido nos últimos tempos muitos ataques e eu, como Director do jornal, obrigado a tomar decisões, percebo muito bem porquê. Não é sem custos que se desfazem lobbies e se acabam com mordomias de muitos anos. Cada avença que cortei (entre elas a da transcrição no DN da Quadratura do Círculo, que nos custava cinco mil euros) arranjou-me um inimigo, valeu-me artigos em jornais, referências sibilinas em programas televisivos, ataques na blogosfera. Não me surpreendeu. Quem cuida mais das contas da empresa do que de projectos de poder pessoal tem de estar preparado para isso».
João Marcelino. DN.
Artigo na íntegra em: http://dn.sapo.pt/2009/01/24/opiniao/a_politica_historiador.html

Professores viram-se para Cavaco

Os professores regressam este sábado ao protesto nas ruas de Lisboa para uma nova manifestação junto ao Pálácio de Belém. O objectivo é sensibilizar o Presidente da República, Cavaco Silva, para o «conflito social» que o sector da Educação tem vivido nos últimos meses. Será que Cavaco estará mais virado para o caso Freeport ou para o ruído de fora?

«Eu adoro bater neste Primeiro-Ministro»

Jardim no seu melhor. A mais recente farpa, dirigida, claro está, a José Sócrates, é a de que o que o presidente do Governo Regional da Madeira mais gosta de fazer é «bater» em Sócrates. No actual momento, o Primeiro-Ministro não precisa, já tem gente suficiente no Continente a fazer isso por Jardim!

A frase do dia

«Não há GPS para a crise, temos de nos guiar pelas estrelas, o problema são as nuvens».
Teixeira dos Santos, ministro das Finanças.

Cabala ou corrupção, sr. Eng.º?

«Aqueles que pensam que me vencem desta forma estão enganados». A frase, de José Sócrates, marcou hoje a conferência de imprensa dada pelo Primeiro-Ministro, e convocada de emergência, a propósito do caso Freeport.
A imprensa noticia hoje um facto novo que consta do processo e que se reporta a um email que o primo de Sócrates terá enviado à administração do Freeport a exigir uma contrapartida pelo facto de ter intermediado uma reunião com o então ministro do Ambiente, José Sócrates. Este ressalva, contudo, a «estima pela família» mas refere que nada tem a ver com a actividade empresarial do seu tio.
Este escândalo ainda vai apenas no início. O mais importante neste momento é deixar que a investigação decorra. É ter paciência e esperar pelo resultado das novas diligências desencadeadas pelas autoridades. E Sócrates, que tantas vezes testou a sua paciência em tantos momentos, vacila agora.
Pedir, em desespero, a celeridade da investigação, é grave. Pode pressupor a interferência, ainda …

O Clube dos Cinco Malfeitores

Os cinco deputados socialistas que votaram hoje ao lado do CDS-PP a favor da suspensão da avaliação dos professores são pois já um alvo a abater para o secretário-geral do PS. José Sócrates não gostou. Mas, nós, gostámos, e muito. A liberdade de consciência e a disciplina partidária é coisa que o líder do PS parece ter de engolir por parte do Clube dos Cinco malfeitores do Largo do Rato. Como dizia António Vitorino, «aguente-se», sr. Eng.º!

E «Assim Acontece»....

A Zon Multimédia ganhou um adversário para o concurso ao quinto canal generalista de televisão em Portugal, depois da Telecinco — formado por cinco jornalistas portugueses (Carlos Pinto Coelho, David Borges, Augusto Bonfinha, Ana Rangel e João Salvado) — ter entregue, ontem, a sua candidatura na Entidade Reguladora para a Comunicação Social. Carlos Pinto Coelho é uma das caras de uma das propostas para o 5.º canal. Se lhe correr bem, verá o seu «Acontece», de volta ao grande écran. Sorte é o que lhes desejamos. Pelo desafio, bem a merecem!

Al-Qaeda desafia Obama

«Sacrifiquem o que puderem para fazer sentir às capitais do Ocidente infiel, à América criminosa, e seus agentes tiranos, o que fazem sofrer os nossos irmãos e os nossos irmãos oprimidos na Palestina». A frase é de Abu Yahya al-Libi, um dirigente da Al-Qaeda, que apelou ontem a ataques no Ocidente, nomeadamente no Reino Unido e nos Estados Unidos, em resposta à ofensiva israelita em Gaza. Obama aí tem a primeira pedra islâmica.

«Regionalização não é prioridade»

«Em altura de crise, haverá outras prioridades. Além disso, todos sabemos que num momento de crise, todos os Estados se centralizam».
Marcelo Rebelo de Sousa, ontem, no Porto.

A foto do dia

A foto de família na Cimeira Ibérica entre Portugal e Espanha, em Zamora.

Sócrates e o Freeport

A casa e as empresas de Júlio Carvalho Monteiro, empresário e tio materno de José Sócrates, bem como o escritório de advogados de Vasco Vieira de Almeida foram hoje alvo de buscas, no âmbito do caso Freeport.
As diligências foram desencadeadas e realizadas pelo DCIAP e em causa estão suspeitas de corrupção no processo que permitiu a viabilização da construção do centro comercial Freeport, em Alcochete, o maior outlet da Europa. Sobre o assunto, nem um palavra do Primeiro-Ministro, apenas referiu que «espera que o processo seja rápido». Ainda muita tinta vai correr sobre este caso que cheira a esturro para o lado de Sócrates.

Nova Gama de Cervejas Rosa!

Com a devida vénia à JSD, publicamos a nova gama de cervejas em Portugal.

Só mesmo em Portugal!

Uma pasta com documentos oficiais do processo Casa Pia foi encontrada na rede informática da Comissão Nacional de Protecção de Dados. A notícia, trazida a lume hoje pelo CM, dá conta de que os documentos estão relacionados com um depoimento de Ferro Rodrigues, quando este foi ouvido no Departamento de Investigação e Acção Penal, em 2003. Mais um episódio a juntar às inúmeras polémicas que este mediático processo já conhece. Assim vai a Justiça neste País, onde tudo acontece e ninguém é responsabilizado.

O bom exemplo

Ora aqui está um bom exemplo de cidadania a seguir. O Serviço de Consulta Psicológica e Desenvolvimento Humano da Universidade do Minho iniciou recentemente um serviço de consultas gratuitas dirigidas a idosos que se julguem vítimas de maus-tratos e/ou negligência. Dizem os promotores da inicitaiva que tal visa promover a defesa da população idosa no que respeita ao abuso, negligência e auto-negligência e aumentar a consciência pública e o conhecimento do fenómeno dos maus-tratos e negligência. Quando as instituições públicas não funcionam, há sempre outras soluções. Basta querer. Que é como quem diz, é o que mais falta em Portugal.

Quem quer saber do Zimbabué? Ninguém!

Mais de 2750 pessoas morreram e 48600 estão doentes devido à epidemia de cólera que se propagou desde o passado mês de Agosto no Zimbabué. Os dados foram hoje actualizados e divulgados pela Organização Mundial de Saúde. Por mais alertas que se façam, por mais que se grite por estas pessoas, quem, no fundo, quer saber delas? O Mundo parou por Obama, mas não devia o Mundo parar por este drama humanitário? Pois é. Quando a morte está longe, é mais fácil seguir em frente sem olhar para trás.

O CDS será sempre a muleta de alguém

O silêncio já durava há muito. Digamos que praticamente desde que Ribeiro e Castro foi «escorraçado» da liderança do CDS e se dedicou exclusivamente à sua tarefa de eurodeputado. Agora, o ex-presidente centrista vem dizer que a estratégia defendida por Portas no congresso do fim-de-semana passado «ampliou as condições» para Sócrates governar mais uma legislatura. É que Ribeiro e Castro salienta que o líder do CDS «não excluiu» no conclave das Caldas a viabilização de um governo PS. Pois é...já todos tínhamos percebido que no Caldas anda-se ao sabor do vento. E, ao contrário do que Portas diz, o CDS será sempre a muleta de alguém.

A dança do Presidente

O gigante tem medo de quê?

O gigante começa a revelar os seus receios. Tida como um das candidatas ao lugar de super-potência mundial, a China teve, ontem, uma posição que revela bem o medo que por lá se vive perante a incógnita da administração Obama. Dois canais de televisão, detidos pelo Estado, censuraram partes do discurso de tomada de posse do novo presidente dos Estados Unidos, sobretudo, quando Obama se referiu ao comunismo. Afinal, de que tem medo o gigante? O mundo caminha para um modelo novo em que a China tem lugar e para ele concorre seriamente. Os EUA também lá estarão, nesse lugar cimeiro da hegemonia planetária. Afinal, aquilo a que já se designa por G2 começa a ser uma verdadeira realidade. Mas neste tabuleiro, os chineses sabem que têm de dialogar com os americanos. É que, se o relacionamento correr mal, ambos saem a perder. Só não havia necessidade era de usar a caneta azul!

Homens portugueses assumem infidelidade

Homens portugueses assumem infidelidade.
Título do Correio da Manhã.

Habemus Presidente!

«Eu, Barack Hussein Obama, juro solenemente que cumprirei fielmente as funções de Presidente dos Estados Unidos e farei o melhor que estiver ao meu alcance para preservar, proteger e defender a Constituição dos Estados Unidos». Com a mão sobre a mesma bíblia usada por Abraham Lincoln em 1861, Barack Obama tornou-se hoje no 44º Presidente dos EUA.

Candidatura ao Mundial de 2018 divide opiniões

Deve ou não Portugal entrar na aventura de se candidatar ao Mundial de 2018 com a Espanha? A decisão já é oficial: as duas federações de futebol chegaram ontem a acordo. Contudo, fica a pergunta? Devemos nós entrar neste desafio com os espanhóis que querem abater decididamente a favorita Inglaterra — e sozinhos são incapazes de levar para terras espanholas o evento — ou nem sequer devíamos pensar em avançar para uma organização destas?
Têm sido díspares as opiniões que por aí correm. Se por um lado, ser um dos anfitriões do Mundial projecta o País internacionalmente, também não é menos verdade que o nosso País poderá vir a ser uma muleta dos espanhóis. O investimento será menor do que o do Euro 2004. Não teremos nem abertura nem final em Portugal, já que não temos estádios com capacidade para 82 mil espectadores, como impõe a FIFA. Corremos o risco de não ficar para a História dos mundiais de futebol. Corremos também o risco de endividar mais o País, pequenino mas que pensa sempre em g…